quarta-feira, 24 de outubro de 2012

As escolhas de Godinho Lopes para o futebol

Godinho Lopes é um homem só. E as escolhas que fez para a SAD e futebol são prova disso. Para lá da solidão, está fragilizado, pois tem assistido à queda das suas principais figuras que apresentou em eleições, como peças de dominó. Neste momento, está sem escudos, qualquer que seja o mínimo problema não lhe sobrará qualquer margem de manobra para continuar na presidência do Sporting.

Sobre os que saíram, referir apenas que Luis Duque auferia 20 mil euros para pouco fazer. Não escolhia treinadores, nem jogadores, nem tinha qualquer influência nos meandros obscuros do futebol português. Portanto, no seu caso, foi uma poupança.

Sobre os que entram: para a SAD, Borges Rodrigues e Silva e Costa. O primeiro, não conheço, tenho apenas conhecimento que era da lista do Conselho Fiscal da candidatura de Bruno Carvalho e da Fundação Sporting, por isso não posso dizer nada.

Sobre Silva e Costa já tenho que dizer que é uma figura sinistra, perigosa, de fraca reputação, que já passou pelo Sporting com histórias que serão conhecidas em breve e com outras, já na actualidade, que terão de ser divulgadas. Uma das suas primeiras medidas é ter tido um carro de luxo disponibilizado pelo Sporting. Foi cooptado por Godinho Lopes e segundo a informação do site do clube sem remuneração. Pois quero ver agora quanto vai ganhar esta criatura que não acrescenta nada e é uma vergonha ter voltado ao Sporting.

Para director do futebol, Paulo Farinha Alves´, pessoa que conheço há 20 anos e com quem sempre tive boa relação pessoal até à última AG, onde me veio provocar. Como seu principal currículo, para lá de advogado, as defesas em AG e nas redes sociais de Godinho Lopes. Deve estar a ser premiado por isso. Nessa última AG, disse-me, com testemunhas ao meu lado, que «não queria nada do Sporting». Por isso, acredito que vá para o clube de borla. Se assim não for, perde a sua credibilidade junto dos sócios que apenas apoiam o clube e não se servem dele. Sobre futebol, a pasta que irá ter, sabe muito menos do que eu, e deve saber tanto de futebol como eu sei de chaminés.

Sobre o possível treinador Franky Vercauteren, auguro algo parecido com Vicente Cantatore. Espero não ter razão, prefiro equivocar-me nesta matéria. Mas como disse no arranque, escolhas fracas do actual presidente Godinho Lopes que, ainda por cima, ao contrário do que vem hoje nos jornais, não tem qualquer investidor para apresentar. Infelizmente para o futuro do Sporting não tem.

Sem comentários:

Enviar um comentário