segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Sobre liderança no Sporting e o nosso estado actual

Ser líder é ser responsável. É ser responsável máximo de tudo o que acontece de bom e de tudo o que acontece de mau.

Um mau líder é o que está calado quando algo corre mal e tenta passar a responsabilidade para os que estão abaixo de si.

Um bom líder escolhe uma boa equipa, se essa equipa falha ele é o responsável pelas escolhas que fez.

Se em algum sector de actividade encontram empresas, clubes, instituições com um CEO/presidente com este perfil, significa que ele não é um bom líder e não sabe o que é liderança.

O Sporting tem, neste momento, uma liderança desnorteada, uma direcção fraca, fontes oficiais do clube a falar todos os dias, personalidades do clube a falar todos os dias nos media, tem «abraços nas vitórias e facadas nas costas quando das derrotas», esta entre aspas é do próprio Godinho Lopes.

Hoje, o Sporting já não está a olhar para o abismo, está no fundo do abismo. O Sporting com a sua história centenária, com o pulmão e coração dos seus adeptos precisa de se reerguer orgulhosamente como a Fénix..

O Sporting vive os seus dias mais negros, é um desastre de gestão e de sucessos desportivos, a cara de Godinho de Lopes ontem na tribuna de Moreira de Cónegos diz tudo.

São quase dois anos de total ausência de LIDERANÇA, de um logro que está a sair caro ao clube. A nossa alma está doente, mas o amor é eterno. Vamos acordar, vamos mudar, vamos fazer uma ruptura com o roquetismo que foi quem nos levou a estes dias de pesadelo. Chegou a hora dos sportinguistas dizerem basta!

Sem comentários:

Enviar um comentário