segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Godinho Lopes soma 5 treinadores e chegou ao fim

Domingos Paciência, Sá Pinto, Oceano Cruz, Franky Vercauteren e agora Jesualdo Ferreira. Cinco treinadores para pouco mais de ano e meio de mandato, ausência total de liderança, maior miséria de resultados e desempenhos desportivos de que tenho memória e um passivo que aumentou mais de 100 milhões de euros.

O Sporting entrou num buraco negro e não é com esta gente que vai a lado nenhum. Augurei quando entrou Franky Vercauteren, em post que escrevi na altura, que iríamos ter, não desejava isso, um novo Vicente Cantatore. E tivemos.

O mal não é de treinadores nem jogadores, pois o clube está à deriva e as equipas técnicas e activos sentem isso na pele. O mal está no topo da pirâmide. Godinho Lopes não tem jeito para ser presidente do Sporting, não percebe nada do que está a fazer e, mais grave, não compreende a grandeza do Sporting Clube de Portugal.

Se sobra alguma réstea de dignidade a esta direcção, que se demitam. Ou ainda corremos o risco de Godinho Lopes ir contratar mais um manager e mais um treinador para Jesualdo. Hoje, desculpem que diga, só não vê esta realidade que eu escrevo quem não pode ver ou quem se serve do clube.

O Sporting precisa de sportinguismo ferrenho, de honestidade, de carácter, de verdade. Esta direcção chegou ao fim.

Sem comentários:

Enviar um comentário