domingo, 26 de maio de 2013

António Mexia, FC Porto, EDP e o PIB

No dia da sua reeleição, Pinto da Costa diz ter mais um dossier a resolver em breve: «Para a semana vamos consultar as empresas concorrentes para podermos analisar a substituição da EDP”, assegurou o presidente, não esquecendo o desejo de António Mexia de ver o Benfica campeão».

Como expliquei em devido tempo em "Carta ao dr. António Mexia", o futebol é um campo de tribos, não é o dos selectos salões da Experimenta Design (onde passeiam muitas criaturas que se acham cultas mas não sabem a diferença entre Ozu e Mizoguchi, Visconti e Antonioni, Vermeer e Rafael, Pamuk e Mann ou entre Hesse e Broch) e, como acrescentei no meu mural do Facebook, do Líbano.

O mundo do futebol mexe com milhões de pessoas. Uma declaração errada deixa uma marca indelével no tempo. António Mexia é um bom líder e como referi tenho simpatia por ele, mas para portistas e sportinguistas está indelevelmente marcado pela negativa e não sei como serão as reacções dos accionistas face ao aproveitamento natural que agora Pinto da Costa fez das suas declarações erradas.

Não basta ter um batalhão de gente ligada à assessoria de imprensa a aconselhá-lo, nem um pesado orçamento para comprar publicidade nem patrocínios. Sobre futebol, Mexia aprendeu que é melhor estar calado e sobre comunicação é bom que aprenda quem é especialista.

Sem comentários:

Enviar um comentário