domingo, 19 de maio de 2013

Sai Jesualdo. Entra Leonardo Jardim (?) e duas notas

Não sei os motivos que levam Jesualdo Ferreira a abandonar o Sporting. Mas parece-me que é mais a direcção a afastar o treinador, por vários sinais fáceis de detectar (termino meu texto com um deles), do que o treinador a querer sair. O que leva a essa decisão? Isso teremos de esperar esta semana para ouvir justificações de quem de direito.

Jesualdo Ferreira não conseguiu atingir os objectivos mínimos estabelecidos. Mas não nos podemos esquecer que o maior responsável desta época catastrófica foi Godinho Lopes, que ainda conseguiu ser pior do que JEB. Foi o presidente que levou a esta humilhação, com a sua pobre liderança e com uma gestão desportiva medíocre. Ele que, como se lembram, anunciou o «seu treinador...» Franky Vercauteren.

Jesualdo pegou, tarde, numa equipa em cacos, sem alma, sem preparação física, mal ligada e sem plano de jogo. Sendo uma raposa matreira e conhecendo bem o futebol português, mentalizou e preparou melhor a equipa e agarrou num grupo de jovens da Academia e pô-los sem hesitação a titular.

Sai do Sporting no coração dos adeptos e com muita popularidade. Numa época, a próxima, que se avizinha muito difícil, sem investimento em jogadores estrangeiros e apostando na prata da casa, as características que atrás apontei seriam importantes: a sua experiência, a sua matreirice, o seu conhecimento do nosso futebol. E por o plantel ter uma média de idades baixa, o seu perfil de sábio e com muitos cabelos brancos reforçava nessa juventude a imagem de "pai" que unia o grupo.

Assim, mais um ano a arrancar da estaca zero. Pela narrativa criada nos media, parece que vem Leonardo Jardim. Gosto dele, é bom profissional, pela idade é ambicioso e tem paixão familiar pelo Sporting, apesar disso não ser o fundamental. Vamos ver o que dá, mas apoiarei.

Agora, Leonardo Jardim vai ter uma sombra a pairar sobre ele: chama-se Jesualdo Ferreira. Se as coisas não correrem como desejamos, as pessoas vão lembrar-se do professor e o actual presidente e Augusto Inácio serão criticados por esta decisão.

E mais uma nota, para terminar, a Bruno de Carvalho e Augusto Inácio. Não se preparam temporadas, profissionalmente, em reuniões numa esplanada do Campo Pequeno (ou noutro sítio público qualquer) para ser fotografada e com o objectivo de irritar e afastar Jesualdo Ferreira. Essa foto publicada pelo Record, mostra como o Sporting é ainda amador e tem de evoluir, em vários níveis. Quem não é cego, vê.

Sem comentários:

Enviar um comentário