domingo, 27 de outubro de 2013

Um clássico muito interessante

Nunca são fáceis as idas do Sporting ao Porto e, na maior parte das vezes nos últimos anos, nunca o meu clube vai a morder os calcanhares a quem se habituou a ter terreno livre.

O Porto é, naturalmente, favorito. Está à frente, joga em casa, gasta milhões em aquisições de jogadores e salários. O Sporting está num processo evolutivo, após uma reestruturação financeira e mudança de mentalidade. Jogamos com o que temos, com racionalidade, queremos fazer o melhor possível, com ambição mas com a cabeça no lugar.

Porém, este é o pior Porto dos últimos anos em termos de futebol jogado, o plantel está mais fraco e tacticamente a equipa tem tido uma mudança que ainda não caiu no goto dos seus próprios adeptos. Paulo Fonseca, apesar de estar na frente do campeonato, não encanta e está sob pressão.

Por outro lado, o Sporting está mentalmente forte, está solto em campo, a energia é contagiante e mobiliza os adeptos. Leonardo Jardim é, até agora, o melhor treinador do nosso campeonato. Tenho um bom "feeling" para o jogo e pontuar no Dragão será positivo.

Digo isto não por falta de ambição, pois gostava de ganhar, mas porque tudo o que envolve o jogo será complicado. Nem temo tanto pelo árbitro, pois se forem ver, dos 5 árbitros apontados à profissionalização, Artur Soares Dias foi o que até agora prejudicou menos o Sporting. Porém, a pressão sobre ele será enorme e vamos ver a sua estaleca para este desafio.

Mas houve alguma conversa à mais que reforçará a hostilidade e o ódio de quem recebe o Sporting. Irmos de consciência tranquila é bom, de peito feito e a semear quezílias nem sempre é positivo se não sabemos que objectivo atingir.

Agora, o ambiente vai ser pesado, não me admirava que aparecesse um Guarda Abel, para a equipa e para os adeptos que a vão apoiar. Espero que as claques dêem espectáculo, regressem felizes com o resultado e em segurança. Mas tenho bom "feeling" para o resultado, vamos a eles.

Sem comentários:

Enviar um comentário