segunda-feira, 2 de junho de 2014

A comunicação de Jorge Jesus e Marco Silva

Nas últimas semanas, após a vitória no campeonato, Jorge Jesus desmultiplicou-se em diversas entrevistas. Uma excelente, ao Sol, antecedida de uma semana de promoção, e mais duas televisivas.

Jesus é um grande treinador, mas tem dificuldades de comunicação e com o português. Apesar disso, deu vários soundbytes - a do Eça de Queirós é brilhante -, contou a sua história de vida (na Tabu do Sol), mas acima de tudo valorizou a sua reputação e marca pessoal.

Ali, e eu sou dos que não acreditam em coincidências, tanto na vertente de planeamento estratégico como no seu conteúdo houve mão profissional de quem sabe o que está a fazer e nada teve a ver com o clube. É da saudar o trabalho, mas também a preocupação de Jesus em querer melhorar.

Também Marco Silva, nas duas semanas que antecederam a assinatura do contrato com o Sporting, teve apoio profissional (nada a ver com o clube) de comunicação. Nos dois casos, ambos os treinadores compreenderam que é importante para as suas carreiras, para a sua valorização, o apoio de quem sabe o que está a fazer nesta área.

Sem comentários:

Enviar um comentário