domingo, 14 de agosto de 2011

A homofobia na Rua Sésamo


Os grandes programas infantis são marcantes para várias gerações, são fenómenos sociais e com forte poder comunicacional.

Todos nos lembramos da Rua Sésamo e do Egas e do Becas e também das bolachinhas. Uma série de elevada qualidade e de forte cariz pedagógico criada em 1969.

Pois 9 mil pessoas assinaram uma petição para que o Egas e o Becas, que vivem juntos desde a altura da sua criação, casassem como uma forma de combater a homofobia.

Confesso que quando era criança nunca pensei nisso e julgo que as crianças de agora também não devem pensar no mesmo, pois não há qualquer tendência homofóbica nesse programa infantil. Entendo que os produtores responderam bem: «são bonecos e não têm orientação sexual».

As crianças do mundo e várias gerações agradecem o bom senso...dos produtores.

Sem comentários:

Publicar um comentário