sábado, 10 de maio de 2014

Sem medo de ser julgado

«O presidente do PSD e primeiro-ministro declarou-se hoje sem medo de ser julgado nas eleições europeias, considerando que o Governo cumpriu as suas obrigações e que os eleitores não desejam uma mudança para as políticas do PS», retiro do DN.

O soundbyte é bom, reforça a ideia de que o seu rumo é o mesmo do início, sem cedências a eleições. Porém, ele sabe que para lá da abstenção record, pois as europeias não motivam minimamente os portugueses e as campanhas de Rangel e Assis têm sido ridículas e nem chamam a atenção, o que estará no segredo da cruzinha no boletim de voto é a contestação, ou não, a Pedro Passos Coelho.

Sem comentários:

Publicar um comentário