segunda-feira, 30 de junho de 2014

Sentir um País

«Não queremos prémio extra, ou qualquer dinheiro. Só jogamos pela Grécia e pelo seu povo. Tudo o que queremos é o vosso apoio para criar um centro de treinos que servirá como casa para a nossa seleção nacional», lê-se na carta enviada ao primeiro ministro grego pelos jogadores da selecção.

«Karagounis e Katsouranis amam a selecção», disse fernando santos em entrevista. Num País envolto numa crise sistémica, em que as pessoas passam dificuldades, mas que se orgulharam do melhor resultado de sempre da sua selecção num Mundial, é um gesto bonito e de quem sente o seu País.

Sem comentários:

Publicar um comentário