segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Sugestões para a semana

Livros

"Debaixo do Vulcão", Malcolm Lowry, Relógio d`Àgua, 347 páginas. Se me impusessem a escolha de dez livros para levar para uma ilha, este era um deles. E como em tempos de Natal há mais tempo, dêem a vós próprios o gosto de lerem uma obra marcante. Uma descida aos infernos numa sinfonia poética.

"Contos", Thomas Mann, Bertrand Editora, 294 pág. Um dos grandes escritores da história da literatura, cada palavra uma reflexão sobre a vida e os seus conflitos. Esta é a edição que junta alguns dos seus melhores contos.

"A Estátua Assassina", Louise Penny, Relógio d`Água, 312 pág. Se há escritora que me surpreendeu nos últimos tempos no campo dos policiais, foi esta autora canadiana. Menos dura, menos cortante, mais dedutiva e rica nos diálogos do que os autores nórdicos. Neste caso, o seu inspector Gamache dá mais passos no sentido de ser o verdadeiro sucessor de Hércule Poirot.

Cinema

Em casa, a estreia em televisão no TVC2 de "a Grande Beleza", de Paolo Sorrentino, com mais uma genial interpretação do seu actor-fetiche, Tony Servillo. Terça, 22h. E na quinta também no TVC2, espreitem às 22h, um pequeno grande filme: "Obediência", de Craig Zobel, fita independente que ganhou vários prémios, um pesadelo que nasce num restaurante de "fast-food". Dois magníficos filmes.
A comprar, deixo a sugestão de a bom preço terem a oportunidade de comprar 3 filmes do grande Billy Wilder: "Primeira Página", com uma dupla de actores sensacionais, Jack Lemmon e Walter Matthau; "O farrapo humano", melhor filme e realizador de 1945 premiado com os respectivos Óscares, com um enorme Ray Milland totalmente dependente do álcool e que só é salvo com o amor de uma mulher; e por último, um dos meus preferidos de sempre "Double Indemnity- Pagos a Dobrar", um dos mais míticos "film noir" de Hollywood, com Barbara Stanwyck a dar cabo da cabeça de um agente de seguros para darem um golpe do baú e o instinto que dá sinais no estômago ao mítico Edward G. Robinson que não se deixa enganar.

Séries

A acompanhar as estreias da semana, Librarians e The Intruder, e a continuar fascinado com a última temporada do Boardwalk Empire, e a história dos primórdios de Nucky Thompson.

Documentários

Na terça, 19.50h, duas horas com a história da emergência dos potentados económicos dos Emiratos.  Na quarta, à 1.35, "François Truffaut - Uma autobiografia", onde o grande realizador francês expõe as suas obsessões, a sua vida, a sua inspiração.

Música

Comprei muito poucos cd`s este ano, o que recomendo é o último que adquiri da Mary J. Blige, "London Sessions", onde ela se cruza com os Disclosure e outros artistas britãnicos.

Restaurante

Há muito poucos restaurantes em Lisboa onde o cenário é o verde e não há mais nenhum onde para se lá chegar tenhamos a oportunidade de ver cavalos. Por isso, recomendo o Jockey, no hipódromo do Campo Grande, que para lá do cenário e da qualidade de vida que oferece, tem uma cozinha fantástica, um atendimento com o chefe de sala, o Rafael, que é dos melhores de Lisboa e uma oferta de vinhos variada. E é um restaurante discreto, o que é um dos sinónimos da qualidade.

Sem comentários:

Publicar um comentário