quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

O sexismo e a miss Bumbum

Há pouco tempo no El Pais, a actriz Jennifer Garner queixava-se do sexismo de Hollywood. Menos papeis e menos importância para as mulheres a partir de determinada idade em que a beleza vai perdendo o seu fulgor.

E dizia que agora já podia comer pizza à vontade, pois não tem de preocupar-se com posar em roupa interior como muitas vezes aparecia na série "Alias" (A Vingadora, em Portugal), que a popularizou.

Casada com Ben Affleck, ambos estiveram numa daquelas sessões em que durante uma hora, com intervalos de quatro minutos, as pessoas lhes podem colocar questões. A ela, toda a gente lhe perguntava como «consegue gerir trabalho e família». A ele, a pergunta mais colocada foi sobre «as mamas da actriz Emily Ratajkowski» (que contracena com ele num pequeno papel "Em Parte Incerta»).

Ontem, ficou a saber-se que Andressa Urach, de quem jornais portugueses fizeram capas e capas com ela, a Miss Bumbum, está internada e muito mal num hospital por causa de uma das múltiplas operações que fez para melhorar o corpo. O seu caso é um exemplo preventivo para muitas miúdas que sonham com o vazio lado da fama.
.
Porque a beleza é efémera, o talento é eterno. É isso que indústrias como a moda e Hollywood ainda não perceberam. E estes dois casos são uma lição.

Sem comentários:

Publicar um comentário