segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Os 12 melhores livros de 2016

Os 12 melhores livros que li e que foram editados em 2016 (e ainda acrescentei mais 6 que não são deste ano). Vários deles fui destacando ao longo dos meses.

- "O Ruído do Tempo", Julian Barnes (Quetzal)
- "Vozes de Chernobyl", Svetlana Alexievich (Elsinore)
- "Bússola", Mathias Enard (D. Quixote)...
- "Breve História de Sete Assassinatos", Marlon James (Relógio D' Água)
- "A Bíblia- Novo Testamento, vol.1", Frederico Lourenço (Quetzal)
- "O Czar do Amor e do Tecno", Anthony Marras (Teorema)
- "Pátria", Fernando Aramburu (Planeta, edição espanhola)
- "A Vida como ela é", Nelson Rodrigues (Tinta da China)
- "À Beira do Abismo, a Europa 1914-49", Ian Kershaw (D. Quixote)
- "Como ver um filme", David Thomson (Bertrand)
- "Onde Todos Observam", Megan Bradbury (Elsinore)
- "Manual para Mulheres da Limpeza", Lucia Berlin (Alfaguara)

A esta lista, não sendo edições de 2016, quero acrescentar mais seis livros fabulosos que li este ano: a tetralogia de Nápoles de Elena Ferrante, "A Amiga Genial", "O Mapa e o Território", de Michel Houellebecq, e de Ivo Andric, "A Ponte sobre o Drina" da Relógio D'Água.

Sem comentários:

Publicar um comentário