sábado, 25 de janeiro de 2014

A opção de Durão Barroso e o tempo das presidenciais

O Expresso anuncia hoje que Durão Barroso não é candidato presidencial. O presidente da Comissão Europeia não é um homem brilhante, mas também não é pouco inteligente. Ele sabe perfeitamente que, em Portugal, jamais ganhará uma eleição, nem para administrador do seu condomínio.

Os portugueses sabem que ele fugiu, em 2004, à contestação crescente quando era Primeiro-Ministro e depois do pior resultado de sempre do PSD coligado com o CDS nas eleições europeias em Junho. Durão nunca será um cavalo ganhador por cá, mas lá fora, com ajuda americana, poderá almejar outros lugares de prestígio.

E tenho assistido a muita conversa sobre presidenciais. Não é o tempo certo para isso, é cedo demais. Depois do segundo semestre falamos.

Sem comentários:

Publicar um comentário