segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Tragédia do Meco: as 3 partes do problema

Sobre a tragédia que aconteceu no Meco e que levou a vida a seis jovens deixo 3 notas:

1- A nota mais grave, a irreparável perda de vidas humanas numa noite em que muito ainda há para explicar e as famílias das vítimas não vão deixar morrer o assunto.

2- Tudo parece que se enquadra num estúpido ritual de praxe académica. Sempre achei ridículo um bando de anormais fazerem escravos para seus caprichos os novos estudantes universitários. No Meco crescem as suspeitas de que algo estúpido assim aconteceu. É tempo das próprias universidades não permitirem que se humilhem alunos nem que os deixem pôr em perigo. Os responsáveis desta praxe macabra devem ser presos e expulsos da universidade que frequentam como exemplo.

3- Depois há um lado menos grave, mas não menos importante. O Meco situa-se no concelho de Sesimbra e esta tragédia ensombra o local e com esta história mal contada é a reputação do concelho que está em causa e não tem culpa da estupidez alheia.

Sem comentários:

Publicar um comentário