sábado, 22 de fevereiro de 2014

Passos perguntou: «estamos melhor ou estamos pior?»

Na sua primeira intervenção no Congresso do PSD, Pedro Passos Coelho apresentou uma longa lista de resultados económicos e perguntou em termos de balanço da acção realizada: «estamos melhor ou estamos pior?».

Ricardo Costa com a inteligência e astúcia que se lhe reconhece, no comentário na SIC-Notícias, viu que era uma pergunta que queimava. Pois os resultados são bons, mas se perguntarem o mesmo aos portugueses que ainda não sentiram esses resultados no bolso, a pergunta era capaz de ter resposta negativa.

No início da semana, quando vários desses resultados positivos se tornaram conhecidos e muita gente se alegrou nos media e nas redes sociais, tive a ocasião de perguntar no meu mural o seguinte: «as pessoas que estão alegres com os dados económicos já perguntaram aos vossos pais se também estão alegres?».

Uma coisa é a realidade contabilística dos números, outra é a percepção das pessoas. No Lisbon Summit da revista Economist, Passos Coelho airmou que «a percepção sobre Portugal mudou em termos internacionais». É verdade, mas ainda não chegou ao coração das pessoas.

Sem comentários:

Publicar um comentário