domingo, 23 de fevereiro de 2014

Congresso do PSD e as suas personagens

Este congresso do PSD, no Coliseu, antevia-se sem grande história. E não teve. Tornou-se a coroação de Pedro Passos Coelho, marcada pela presença de diversas personalidades que lhe deram essa bênção. Desde que as reuniões magnas perderam o seu carácter electivo, perderam também a sua dose dramática e florentina. No entanto, caracterizou-se por alguma diversão e bons discursos.

Pedro Passos Coelho - O Primeiro-Ministro apresentou resultados, proferiu longos discursos, mas não consegue chegar ao coração das pessoas. Louva-se a sua coerência e racionalidade no caminho que traçou, porém, ausente ainda está a palavra do último dia do congresso: esperança. É com ela que se conquista o eleitorado, cansado de tanta penúria. Mas deixou uma grande máxima: "Não somos nós que escolhemos o tempo, é o tempo que nos escolhe a nós".

Pedro Santana Lopes - os grandes tribunos sabem sempre as leis da oratória. Deu o seu lado social, do conhecimento que advém da Santa Casa, deu a dica sobre a saúde e a Justiça, bens que não têm preço, deu também as suas dúvidas no nosso relacionamento com a União Europeia. Gozou com os proto-rivais presidenciais que apareceram a correr no congresso, humanizou a Pedro Passos Coelho ao referir que ele tem consciência social. Saiu aclamado e ovacionado de pé, optando por um discurso de homem de Estado.

Marcelo Rebelo de Sousa - fez um grande discurso. Explorou a faceta em que é especialista nos dias de hoje: um "entertainer", um bobo da côrte. Por isso, divertiu. É um comunicador nato e com isso destroçou António José Seguro. Caiu na ratoeira de falar antes de Santana, depois de ter dito nesse dia que não ia ao congresso e depois falou uma hora, fez política, chamou «irritante» a Passos e saiu também aclamado. foi um elemento chave no folclore deste conclave.

Paulo Rangel - az bons discursos, tem energia e luz próprias, tornou-se personagem fulcral para a comunicação política deste congresso, ao ser apresentado como cabeça-de-lista nas europeias. Terá os holofotes em si nos próximos meses num combate que será diícil.

Sem comentários:

Publicar um comentário