terça-feira, 30 de setembro de 2014

O herói

«Que quer o herói? A que aspira ele, realmente?, A fama, que todos os povos tributaram aos seus heróis, uma fama tenaz, que dificilmente se extinguia, contanto que os seus feitos fossem diversos ou se seguissem uns aos outros com suficiente rapidez, engana quanto aos motivos mais profundos que levaram a esses feitos. Admite-se que, para os heróis, se tratava apenas da fama, mas eu creio que, a princípio, lhes importava algo diferente: tratava-se do sentimento de invulnerabilidade, que, desse modo, lhes era possível adquirir num rápido crescendo»

Elias Canetti, "Massa e Poder", edição Cavalo de ferro

Sem comentários:

Publicar um comentário