segunda-feira, 8 de setembro de 2014

A relação de Paulo Bento com os portugueses

A miserável derrota de Portugal contra a Albânia, selecção que muito poucas vezes tinha conseguido vitórias fora do seu território, veio expor muitas coisas, algumas delas que qualquer pessoa com bom senso já tinha visto.

Sem Cristiano Ronaldo somos uma equipa banal; as gerações Queiroz já acabaram; o campo de recrutamento está limitado; as expectativas sobre os objectivos da selecção têm de ser realistas; a renovação de jogadores já devia ter sido iniciada; o futebol português precisa de limites à importação de estrangeiros.

E sobre Paulo Bento é simples de avaliar. Ele perdeu o mais importante: perdeu a confiança de todos os portugueses. E isso é irrecuperável. E perdeu-a dentro e fora de campo, na vertente técnica e na vertente de gestão de recursos que tem ao seu dispor com escolhas muito questionáveis. Parece que só nos gabinetes da FPF ainda acreditam nele.

Sem comentários:

Publicar um comentário