sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Os heróis e os maus por quem sabe

«O meu herói é sempre um homem comum a quem acontecem coisas extraordinárias, e não o contrário. Por esse mesmo motivo faço com que os maus sejam encantadores e educados. (...) O que é verdadeiramente aterrador nas personagens perversas é o seu charme superficial, o seu ar amistoso»

Alfred Hitchcock, nas Grandes Entrevistas da História (publicadas pelo Expresso)

Sem comentários:

Publicar um comentário