quarta-feira, 17 de junho de 2015

Guerra dos Tronos

Terminou a quinta temporada de uma das mais excepcionais séries que jamais foi produzida. A Guerra dos Tronos é uma produção quase cinematográfica, é muito mais que uma série de televisão. Nunca no pequeno ecrã se terá visto a excelência em cenários, guarda-roupa, efeitos especiais, fotografia.

Depois há um guião magistral, bons actores, personagens inolvidáveis e diálogos de antologia. Esta última temporada é muito difícil de catalogar porque é sublime. O combate na arena de onde surge o dragão (no penúltimo episódio), a dureza da expiação de Cersei Lannister, o assassinato de Jon Snow à maneira de Júlio César, à qual a última punhalada podíamos estar a imaginar a interrogação de "Até tu, Brutus", tanto que podia ser retirado dali.

Uma série que tem luta pelo poder, paixão, a perfídia da ambição, amor, coragem, morte, magia, mistério, liderança, religião, vingança, tem todas as pulsões humanas. É isso que é a base do seu sucesso e a faz "trending topic" nas conversas e nas redes sociais. Que venha a sexta em Abril de 2016.

Sem comentários:

Publicar um comentário