segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Sobre Jardim e a Madeira

O poder tem os seus sortilégios, mas em democracia deve ter um fim. Sobre tudo o que se passa sobre a Madeira, e o seu buraco, e Alberto João Jardim, lembrei-me de um livro recentemente lido chamado "O Eleito", de Sam Bourne, bom para quem gosta de comunicação política, teorias da conspiração e poder.

Nesse livro reza assim: «Qual será o estrago?»; «Nunca é o crime, é sempre o encobrimento». Foi o encobrimento que matou décadas de poder na Madeira.

Sem comentários:

Publicar um comentário