quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Para quê uma vida de sacrifícios?

É a pergunta que mais ouço da boca dos mais idosos e reformados nos últimos tempos. Agora mais esforços na área da Saúde, como se pode ler aqui. Há um sentimento de injustiça em Portugal, que se agravará em 2012.

Cabe ao Governo não cair apenas no cinzentismo da contabilidade e ter alguma compaixão. É o seu maior desafio para o próximo ano.

Sem comentários:

Publicar um comentário