sábado, 14 de janeiro de 2012

Comunicação política: «sem calcinha não dá»

Nunca ninguém tinha ouvido falar em Ozias Zizi, um vereador na "prefeitura" de Vila Velha, no estado do Espírito Santo, no Brasil.

Pois esta figura dá entrevista à excelente revista Veja sobre um combate político que está a desenvolver: quer proibir as noivas de se casarem «sem calcinha» (cuecas). Leiam a sua justificação:

«Tem mulher que acredita que quando se casa sem calcinha segura o casamento por mais tempo. A pessoa, na verdade, pode se casar da maneira que quiser, mas, a partir do momento em que está em um templo, ela tem de respeitar o lugar. Sem calcinha não dá»

E acrescenta: «teria de haver uma campanha educativa para preservar o templo sagrado. Não tenho como fiscalizar».

Portanto, apelo às mulheres portuguesas que se casem de «calcinha» e perguntava aos leitores se haverá voluntários para fiscalizar o cumprimento da norma.

Para lerem tudo, espreitem por aqui. Confesso que ainda estou a rir. Que grande manobra de comunicação política.

Sem comentários:

Publicar um comentário