sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Presidente da Lusa esclarece neste blog o fecho da secção de cultura

De Afonso Camões recebi o seguinte esclarecimento relativamente ao encerramento da secção de Cultura. Reproduzo-o na íntegra com autorização de quem me enviou:

1. O que há é, apenas e só, um reagrupamento de chefias, proposto pela Direção de Informação e com o meu apoio.

2. É para racionalizar recursos e custos? É!

3. A Lusa vai diminuir a produção noticiosa nesta área? Nem pensar! Pelo contrário, temos vindo a aumentá-la.
Crescemos 30 por cento na produção de conteúdos únicos nos dois últimos anos e, só em 2011, distribuímos 12.4069 peças na área da cultura e das artes, com uma taxa de aproveitamento superior a 90 por cento junto dos nossos clientes - jornais, rádios, tv, sites, etc. (conferir Relatório de Serviço Público, que aliás é sujeito a auditoria externa).

4. Não vamos, pois, diminuir a produção na área cultural, pelo contrário. Tanto mais que temos Guimarães Capital da Cultura e investimos nesse acompanhamento alguns dos nossos mais qualificados jornalistas. Porfiemos»

Abraço e bom ano.

Ao Afonso Camões agradeço o acompanhamento sempre simpático que faz do meu blog, fico grato por aceitar que partilhasse o seu texto que é um esclarecimento claro sobre a notícia que saiu em diversos meios. Mantendo a opinião de que o Afonso Camões tem feito um bom trabalho à frente da Lusa. Eu e os meus leitores agradecem as suas palavras.

Sem comentários:

Publicar um comentário