segunda-feira, 12 de março de 2012

As presidenciais de 2016 e o desaire de Cavaco

Já começaram as sondagens sobre as presidenciais de 2016, como consta por aqui. Quero relembrar que, excluindo Cavaco, tanto Mário Soares como Jorge Sampaio nunca estiveram nos primeiros lugares das sondagens, ganharam mas não partiram com grande resultado nas intenções de voto.

Soares arrancou com 7 por cento das intenções de voto, atrás de Freitas do Amaral, Salgado Zenha e Lurdes Pintasilgo. Falta ainda muito tempo e o verdadeiro bailado ainda não começou.

Mas nesta sondagem que reproduzi em cima, chamo a atenção de 51% das pessoas que dizem que a acção de Cavaco é má. É a maior taxa de rejeição de sempre de um Presidente em funções. Os mitos em portugal têm de acabar.

Sem comentários:

Publicar um comentário