terça-feira, 6 de março de 2012

A nova polémica das audiências televisivas

Audiências em televisão valem publicidade e milhões de receita. Logo, é enorme a responsabilidade de quem realiza e apresenta os resultados das audiências.

Com a nova empresa que faz esse estudo, a RTP perde 30 por cento e eu até concordo com os homens da RTP. O novo universo estudado tira representação à classe entre os 55 e 64 anos, pessoas que vêem mais televisão e são mais conservadoras, sendo por isso habituais da RTP.

Mas há uma coisa que me parece certa: o banho que o Cabo dá aos generalistas é verdadeiro. Amaior parte da minha geração e a mais nova anda pelo Cabo, escolhe a sua programação, e vê séries (AXN e FOX), futebol (Sport Tv) e cinema. Essa é a verdade que os programadores das generalistas ainda não percebram, apostando nos velhos formatos.

E deixo esta interrogação formulada ontem no DN pelo Nuno Azinheira: «Quem anda ou andou a enganar quem? Quem garante aos anunciantes que estão a investir nos canais certos? Como pode um mercado em crise atrair investimento publicitário se ninguém acredita nos números? O pântano está instalado».

Sem comentários:

Publicar um comentário