sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Briefings e Swaps: a minha opinião para o Jornal de Negócios

O modelo do briefing do Governo pode ser bom se for enquadrado por profissionais de comunicação que os preparem. É sabido que este Governo tem um enorme problema de comunicação, lida mal com os media, os briefings foram uma tentativa para a melhorar, mas os efeitos têm sido perversos, muito por fruto da impreparação e amadorismo comunicacional de quem os faz.

No caso dos swaps, os briefings levaram a que se passasse da silly season para a swap season e mataram por duas vezes Pais Jorge. Na segunda foi um assassínio em directo por parte de Pedro Lomba.

O Governo tentou criar um artifício comunicacional afirmando que um documento foi forjado. O spin foi péssimo e no dia seguinte o secretário de Estado demitiu-se. O Governo descredibilizou-se desde o momento em que foi conhecida a associação de Pais Jorge aos swaps, nos dias seguintes, em vez de dar a volta, a situação piorou e houve uma descredibilização da equipa das Finanças, Foi um arrastar do problema por pura incompetência e falta de decisão política.

Não entendo que os briefings criem anticorpos com a comunicação social, cria é oportunidades de mais erros comunicacionais do Governo que serão aproveitados pelos media. Não basta escrever em blogs para se ser especialista em comunicação e no Governo há muita gente que escrevia na blogosfera e poucos profissionais de comunicação experientes. Esse é um drama sem solução à vista.

Sem comentários:

Publicar um comentário