terça-feira, 21 de julho de 2015

Já se esqueceram do BPN?

«No final de 2014 o saldo acumulado das receitas e despesas orçamentais decorrentes da nacionalização e reprivatização do BPN, bem como da constituição e funcionamento das respectivas sociedades-veículo Parvalorem e Parups ascendia a um défice de 2691,2 milhões de euros”, escreve o tribunal no relatório de acompanhamento de execução orçamental da administração central referente ao ano passado» (a notícia de hoje é do I).

Quase 2,7 mil milhões de euros que fomos nós que tivemos de pagar em impostos e a suportar a austeridade imposta pelo Governo para tapar o regabofe de um banco controlado pela cáfila cavaquista.

Para lá do que tivemos de suportar, a maior parte dessa pandilha, que teve em Cavaco Silva o seu mentor e posteriormente até acionista do BPN foi, continua toda em casa, outros a continuar a fazer negócios, e outros ainda aparecem a dar opinião por aí. Às vezes, com outros temas, as pessoas parece que se esquecem. E isto convém relembrar.

Sem comentários:

Publicar um comentário