segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Vão a Belém: sugestão construtiva aos "indignados" e aos "justiceiros"

Vi bastante gente à porta da Assembleia da República este fim-de-semana, uma mobilização global dos ditos "indignados".

Pois aos "indignados" deixo uma sugestão construtiva: em vez de irem ao Parlamento, por que é que não vão a Belém?

Cavaco Silva é o pai do modelo de desenvolvimento do Portugal moderno. Isto é, trabalhar pouco, viver dos subsídios, asfaltar umas estradas que serão pagas por gerações futuras, tirar cursos de papel e lápis, abandono da agricultura, abate da frota pesqueira, industriais que abandonaram actividades produtivas para enveredarem pelas actividades especulativas e surgimento dos "cavaquistas" que locopletaram o Estado português.

Querem indignar-se? Vão a Belém. Desde 1985, 26 anos, que Aníbal Cavaco Silva anda no poder. E quando não andava, influenciava com os seus artigos e os seus oráculos como qualquer sibila que augurava tudo como se nada fosse com ele. Vão a Belém!

Sem comentários:

Publicar um comentário