quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Romney vence Iowa sem força nem carisma

Estas primárias Republicanas vão ser das campanhas mais incertas de sempre deste partido. Não pelo vencedor, mas por qualquer deles que seja não entusiasmar, não ter carisma e o partido duvidar do cavalo certo.

Ontem, o que se procurava era encontrar um novo protagonista que pudesse fazer frente a Mitt Romney até ao fim deste processo eleitoral. Tem sido uma montanha russa nas sondagens, onde vários já lideraram: Romney, Cain (que saiu de cena), Perry (que ontem também abandonou a corrida), Gingrich (totalmente torpedeado).

Romney é o mais seguro e o mais certo, mas não entusiasma a base conservadora do partido. Ron Paul, que anda nisto há muitos anos, montou uma estratégia à Obama conquistando independentes e sobretudo os jovens, mas não tem hipóteses.

Surge assim como cavalo alternativo Rick Santorum, que andou protegido pelo desconhecimento e que tem dois pecados: a falta de notoriedade nacional e a capacidade de angariar dinheiro. Depois deste resultado sairá reforçado nestas duas vertentes e será o opositor de uma corrida a dois, com Mitt Romney.

Mas deixo o melhor soundbite desta campanha no Iowa: «este não é tempo para outro amador» Newt Gingrich. Para reforçar a descrença generalizada dos americanos em Obama.

Sem comentários:

Publicar um comentário