terça-feira, 27 de novembro de 2012

A direita mais estúpida do mundo

Era uma máxima habitual para falar da direita francesa, que ela era a mais estúpida do mundo. As eleições para a liderança da UMP, num processo pós-Sarkozy, vieram provar essa máxima.

Os dois candidatos chamaram tudo um ao outro, ainda tornaram a política mais repelente para os cidadãos e agora o ex-primeiro-ministro Fillon, faz um grupo parlamentar autónomo.

Enquanto isto, Hollande afunda-se na popularidade, sem oposição, os franceses cada vez mais odeiam os políticos e naturalmente os partidos dos extremos agradecem.

Sem comentários:

Publicar um comentário