quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Marcelo Caetano queria assessoria de comunicação e não censura

Uma tese premiada que merecerá leitura e que reforça a ideia da "Primavera marcelista". Uma historiadora, Susana Cavaco, apresenta essa novidade. Que Marcelo Caetano queria substituir a censura, acabando com ela, e introduzindo a assessoria de comunicação.

Faria por certo bem. O que é estranho é que 40 anos depois, um Governo ainda não tenha percebido isso, trabalhando com profissionais competentes (havendo, naturalmente, honrosas excepções). Pode-se governar mal por incompetência, mas nunca se governará bem sem boa comunicação.

Sem comentários:

Publicar um comentário