quarta-feira, 2 de julho de 2014

Sophia no Panteão

O Panteão Nacional deve ser para quem marca a sociedade portuguesa em diversas áreas. Os critérios, por vezes, são pouco compreensíveis, mas o que importa é que lá estejam quem dignifique a Pátria e a nossa língua que é o maior património da nossa cultura.

Sophia de Mello Breyner Andresen estar no Panteão é daquelas escolhas que não levanta ondas, porque é marcante. Porque como ela disse: "A cultura é cara, a incultura é mais cara ainda".

Sem comentários:

Publicar um comentário