quarta-feira, 13 de abril de 2011

Estou muito grato aos militares de Abril, mas...

...deixem-se estar quietinhos.

Otelo Saraiva de Carvalho volta a ser ouvido por causa da crise e já vem com soundbite perigoso.

Todos devemos estar gratos aos militares de Abril, cumpriram a sua missão de nos libertar das grilhetas da ditadura, depois estenderam demasiado as suas funções com o Conselho da Revolução, e terminaram bem quando voltaram aonde devem estar: nos quarteis.

É lá que no século XXI devem estar, ou em casa desfrutando da reforma alcançada.

Sem comentários:

Publicar um comentário