sábado, 3 de setembro de 2011

O positivo de Godinho Lopes e uma oferta sportinguista

Godinho Lopes apelou ontem num vídeo ao apoio da família sportinguista. Fica bem, nós gostamos, mas o Presidente sabe que no apoio ao Sporting os sócios e adeptos eternamente darão sempre a sua paixão e o seu fervor verde e branco.

Podem passar mais 3 mil Presidentes na história do nosso clube que será sempre infinita, que a grandeza da nossa instituição perdurará sempre porque o que importa é que há milhões de sportinguistas que diariamente, e pela eternidade, vibrarão e amarão até morrer a sua paixão.

Sou um sócio que deseja sinceramente que Godinho Lopes cumpra o seu mandato e que evite eleições. Se assim não for, isso é sinónimo de maus resultados, de divisão da família leonina e de um novo ciclo de incerteza e indefinição que nenhum verdadeiro sportinguista deseja.

No dia em que foi eleito, Godinho Lopes tornou-se o Presidente do nosso clube, devemos apoiá-lo, deixar trabalhar, mas quando temos dúvidas devemos questionar. As questões levam á reflexão e ajudam a trilhar melhor o caminho que todos desejamos.

O Sporting é um clube de gente séria, de livre opinião, que por vezes discute, mas que no dia seguinte se abraça feliz quando vemos os nossos atletas a conquistarem títulos. É essa a nossa força. A capacidade de estar, de dar sem reservas, de apoiar sempre. É essa a nossa força e a grande diferença face a outros rivais.

Godinho Lopes foi eleito para um ciclo que se segue a um dos mais tristes da nossa história. Demos um cheque em branco a José Eduardo Bettencourt e ficámos desconsolados. Assim, tornámo-nos mais atentos e mais exigentes e o Presidente também tem de perceber isso.

Godinho Lopes até agora tem mostrado dois lados muito positivos e que os sócios e adeptos respeitam.

Espoletou a guerra à arbitragem e eu próprio, e tenho a certeza que todos, já me voluntariei para o apoiar naquilo que precisar. Conte comigo, como escrevi no passado recente, nesta guerra justa, «Presidente vá em frente tem aqui a sua gente».

E outra coisa que me agrada é a disponibilidade, que eu elogio, de falar abertamente com os sócios, tanto no auditório Artur Agostinho como nos núcleos que tem visitado de Norte a Sul de Portugal. E isso é muito bom pois mantém a família sportinguista, que está atenta, mobilizada.

Ontem, o Presidente falou num vídeo no site do nosso clube. Permitam-me a opinião técnica de quem anda há 15 anos nisto, na área da comunicação. O vídeo é fraco e pouco inspirado, tecnicamente muito fraco mesmo, a imagem péssima e a mensagem podia ser mais eficaz, parece aos tropeções de vez em quando.

Godinho Lopes pede apoio dos sócios. Pois dentro das minhas possibilidades, onde posso ajudar, ofereço gratuitamente e com espírito solidário de leão os meus préstimos para estar 1, 2 ou 3 horas com o nosso Presidente para lhe fazer media-training como deve ser, definir melhor a mensagem, dar-lhe algumas dicas técnicas e ajudá-lo o melhor que sei para ele abordar de uma forma mais perfeita o universo mediático. É nisso que posso ajudar, por isso disponha.

E Godinho Lopes falou dos cronistas e eu, como se lembrarão, já dei a minha sugestão construtiva, por exemplo sobre Luis Sobral. Este cavalheiro disse que o Presidente tinha de apresentar desculpas aos árbitros. Era o que faltava! Sugeri que se decretasse embargo noticioso e proibição de circulação deste cavalheiro e do Mais Futebol em Alvalade e nada foi feito pela comunicação do clube. Pois bem, este cavalheiro ontem voltou a atacar o Sporting. Siga o meu conselho Presidente, pois estou a aconselhá-lo bem, e faça deste cavalheiro um exemplo de como cronistas de outros clubes que tentam criticar o nosso clube têm de levar um correctivo.

Para terminar desejo as maiores felicidades. É isso que todos os verdadeiros sportinguistas desejam.

Sem comentários:

Publicar um comentário