domingo, 21 de abril de 2013

O que um criador de capas de discos nos "ensina" sobre comunicação

Storm Thorgerson pode dizer muito pouco a muita gente, mas foi notícia ontem pela sua morte. Este senhor foi o criador de mais de 300 capas de discos para diversas bandas.

Algumas delas que marcam a história da música e foram marcas registadas de conhecidas bandas. Na música, para lá da qualidade da mesma, do reconhecimento e notoriedade dos artistas, o primeiro foco tangível de comunicação entre bandas e o público são as capas dos álbuns.

Foi ele o criador da capa de "Dark Side of the Moon" dos Pink Floyd e com Dave Gilmour e Roger Waters manteve ao longo de décadas uma grande proximidade. Diz o Público que ele «não discutia música, limitava-se a ouvi-la atentamente, a investigar as letras para mergulhar no imaginário, a falar com os seus autores para perceber a criação». E depois criava. Capas que se tornaram ícones, ferramentas de comunicação lendárias,

É assim também na comunicação quando se cria. Ouve-se, investiga-se, escolhem-se prioridades, fala-se com os protagonistas e depois lança-se uma capa (o trabalho de comunicação) no momento certo.

Sem comentários:

Publicar um comentário