quinta-feira, 18 de abril de 2013

O tempo faz de nós bons

É o que muitos políticos devem pensar, usando o título deste post. Quantas vezes pessoas arrasadas mediaticamente num tempo, são reconhecidas e amadas tempos depois. Margaret Thatcher, Reagan, Bill Clinton, Helmut Kohl.

A novidade é que hoje em dia rapidamente se passa de odiado a amado pelas comparações com quem lidera no momento. Veja-se esta notícia e em pouco tempo um presidente que saiu pela porta dos fundos passa a ter maior popularidade, em menos de um ano, do que o líder actual. Falo de Sarkozy e Hollande.

Sem comentários:

Publicar um comentário