segunda-feira, 8 de abril de 2013

Acredito em pesquisas qualitativas, mas não em sondagens nem audiências televisivas

Acredito em pesquisas qualitativas e estudos de mercado bem feitos, por profissionais competentes, baseados em "focus groups" e que ajudam a seguir a linha de rumo para marcas, instituições e pessoas.

Mas não confio muito, sem menosprezar os profissionais aí envolvidos, em sondagens (tantos erros nos últimos anos e tantas histórias que podia contar) e nas audiências televisivas. Um bom exemplo disso é esta notícia que diz que «Marcelo esmaga Sócrates» nos comentários de ontem.

Ontem e hoje várias pessoas me falaram de Sócrates, nas redes sociais só se falou de Sócrates e depois aparece este resultado. É um facto que há uma habituação de anos às prédicas dominicais de Marcelo, mas o factor novidade de Sócrates e os temas envolvidos devem dar à RTP uma boa audiência que não se reflecte nos resultados.

Sem comentários:

Publicar um comentário