domingo, 16 de março de 2014

O telefonema de Zuckerberg a Obama

Quem anda nas redes sociais expõe-se. O que escreve, o que partilha, estão ao alcance da comunidade que permitimos que nos siga. Mas temos a nossa privacidade garantida, em uma série dos nossos dados pessoais.

O problema é que o Governo americano (e outros também), usa a internet para fazer vigilância do que é dito. Uma espécie de Grande Irmão que nos vigia ao segundo. Mark Zuckerberg telefonou para Obama, frustrado «pelas notícias repetidas sobre o comportamento do Governo norte-americano» e que comprometem o futuro da internet.

O telefonema do criador da rede social mais popular do mundo é só a prova de que o Grande Irmão existe.

Sem comentários:

Publicar um comentário