segunda-feira, 15 de março de 2010

Pedro Passos mais líder

Não acompanhei o Congresso do PSD pois estive fora de Portugal. Falei com algumas pessoas por telemóvel e vi coisas on-line. E até foi um congresso engraçado.

O balanço é muito fácil de fazer: Pedro Passos Coelho é o mais forte candidato a líder e só um golpe de teatro impensável lhe tirará o poder. Paulo Rangel, muito verde nestas coisas e Aguiar Branco a provar que só ele acha que pode ser um bom líder pois não tem aptidões para isso.

Os ex-líderes estiveram bem, PSL com o "soundbyte" mais forte e o único que se revoltou contra o cavaquismo que continua a emperrar o PSD, Marcelo desceu à terra em forma angelical e Menezes a dar o corpo às balas por Pedro Passos Coelho.

Como todos sabem, já o tinha escrito, pela minha relação pessoal, com ele e o Miguel Relvas, gostaria muito que destes três candidatos o Pedro fosse o líder para um novo tempo.

Muito haveria para contar, mas há momentos em que o silêncio é precioso. Pois quem tem vida, tem muitas histórias, muitas vivências. Quem não tem vida nem vivências, tem de comentar, escrever e até em certos casos, tristes, inventar as histórias dos outros.

Sem comentários:

Publicar um comentário