sábado, 4 de setembro de 2010

A selecção de Queiroz

Um resultado de 4-4 com Chipre é mau de mais para ser verdade. E o responsável é carlos Queiroz que como as imagens demonstraram comandou a equipa através da tribuna.

A manchete da Bola diz tudo: «Não gozem mais com o povo». E esse povo, que confiava na selecção, hoje não acredita nela.

Queiroz já devia ter saído da selecção. Não por este triste processo, mas por ser mau treinador e um líder pífio.

Os portugueses que tinham uma ligação forte com a selecção já não confiam nela. Queiroz trouxe o seu medo, o seu "karma", a sua fragilidade psicológica para esta equipa.

E para lá do rsultado medíocre de ontem, uma nota muito relevante para o que digo: ontem, em Guimarães, terra que enche o estádio para ver o seu Vitória, só estiveram 9 mil portugueses. Uma assistência digna de equipa de sub-21.

Queiroz tem de sair já. Já provou que não serve e a nossa selecção perdeu valor e força.

PS: Ontem Portugal perdeu um bom homem, o Bom Gigante. Ver o golo de carlos Manuel em Estufarda, quando José Torres era treinador, ou rever imagens da sua carreira e do Mundial de 1966 é relembrar os tempos em que os portugueses vibravam com a selecção.

Sem comentários:

Publicar um comentário