domingo, 26 de setembro de 2010

A vitória de Ed Miliband

A vitória era certa em Inglaterra para um Miliband. Porém, todos apostavam que o novo líder Trabalhista seria David e não o irmão Ed.

Porém, como fiz notar no último post que escrevi sobre o assunto, Ed contava com o forte apoio dos sindicatos e se a sua vitória acontecesse teríamos uma guinada à esquerda do Labour.

Foi isso que aconteceu. Ed ganhou sem o apoio dos seus pares no Parlamento, mas com o segmento à esquerda do partido. Agora, para ser poder tem de deslocar-se ao centro, o que será difícil face ao que negociou para obter o voto dos sindicatos.

O último líder esquerdista puro e duro do Labour foi, há muitos anos, o malogrado Michael Foot, já velhinho e completamente inadaptado à nova política.

E o último suspiro de poder dos sindicatos foi quando Arthur Scargill manteve um quase interminável braço-de-ferro com Margaret Thatcher, que ela venceu e a coroou como "Dama de Ferro".

Auguro tempos difíceis para o Labour, o que dará maior tranquilidade a David Cameron, porém vamos ver qual será a relação a seguir entre Ed Miliband e o líder dos Liberais Democratas, Nick Clegg, indispensável para assegurar a estabilidade governativa.

Sem comentários:

Publicar um comentário