quarta-feira, 4 de maio de 2011

Oráculo (258)

«Quando todos são culpados, não há culpados»

João Pereira Coutinho

Sem comentários:

Publicar um comentário