domingo, 8 de maio de 2011

Oráculo (260)

«O português é, como nacionalista, descrente; como patriota é cumpridor, mas sem ilusões; como homem é, ao mesmo tempo, fraterno e inimigo - isto faz com que tenha subsistido como povo»

Agustina, Embaixada a Calígula

Sem comentários:

Publicar um comentário