segunda-feira, 2 de julho de 2012

Anderson Cooper assume ser gay

Uma das caras mais conhecidas da CNN, e das mais talentosas, diga-se, assume ser gay. Normal nos dias de hoje, sobretudo na América onde o presidente Obama tem decidido em prol desta causa.

Para mim não me faz confusão, não deixo de confiar nas suas perguntas, nas suas opiniões ou na maneira como conduz com Wolf Blitzer as noites eleitorais americanas. Mas é um sinal dos tempos, onde quem o é, não tem de esconder nem arranjar umas raparigas para as revistas socias disfarçarem a sua sexualidade. Por cá ainda andamos nos tempos antigos.

Sem comentários:

Publicar um comentário