sexta-feira, 13 de julho de 2012

O escândalo da FIFA

A FIFA é uma organização que se tornou uma espécie de gerontocracia anquilosada. Onde a corrupção parece evidente.

João Havelange, nos anos 90, recebeu, ilicitamente, um milhão de euros de comissão e Ricardo Teixeira dez milhões. Depois consta que ambos pagaram à justiça, divulga hoje o Público na página 47, cerca de 4,5 milhões para que não divulgassem os seus nomes.

Sepp Blatter, na altura secretário executivo da organização, e hoje seu presidente, diz: «eu não poderia saber de um crime que não era crime na época». Havelange e Ricardo Teixeira, seu genro, abandonaram os cargos alegando motivos de doença. A FIFA está doente há muito tempo.

Sem comentários:

Publicar um comentário