sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Como se abate o presidente da Liga de Futebol

Mário Figueiredo ganhou as eleições para a Liga de Futebol Profissional, sobretudo, com o apoio dos clubes mais pequenos. Prometeu-lhes coisas e venceu com surpresa.

Passado pouco tempo, começou numa cruzada contra Joaquim Oliveira. Esqueceu-se que muitos dos clubes mais humildes estão gratos a Joaquim Oliveira que muitas vezes os livrou de muitos problemas financeiros e tem uma ligação pessoal e de amizade com muitos presidentes.

Nessa altura, uma pessoa conhecida e muito conhecedora do mundo do futebol, com ligações a Mário Figueiredo, perguntou-me o que é que eu achava que ia acontecer, sendo eu apenas um observador atento deste fenómeno. Respondi:

«O Mário Figueiredo ou se cala ou "abatem-no"».

Pouco tempo depois, iniciou-se o movimento de muitos dos que o apoiaram se afastarem dele, deixando-o a falar sozinho, sem apoios. Hoje leio na primeira página da Bola: «movimento de clubes para afastar o presidente». Natural, como referi na altura. Joaquim Oliveira ganhou outra vez.

Sem comentários:

Publicar um comentário