sexta-feira, 4 de outubro de 2013

O trabalho que dá ser jornalista e procurar a verdade

Passa no TVSéries a segunda temporada de "The Newsroom", de Aaron Sorkin. O autor tal como idealizou um presidente perfeito e um staff de eleição em "West Wing", agora apresenta a sua visão ideal de uma equipa de produção de conteúdos de um canal televisivo.

Se a primeira temporada achei um bocadinho desequilibrada com grandes episódios e outros fraquinhos, esta segunda temporada considero-a mais próxima do brilhantismo. Nela está sempre presente uma pretensa história de uma operação de resgate das forças militares americanas em que pela primeira vez são utilizadas armas químicas.

Por ser polémica e fruto de informações prestadas a um jornalista pouco conhecido dos colegas, levanta dúvidas. Por isso, é visível o trabalho de reforço da história da primeira fonte, a procura de outras que a credibilizem, as discussões da equipa até haver a decisão de a emitir.

E o jornalismo é assim. Ao contrário do que muitos pensam, dá muito trabalho encontrar a verdade, criar uma boa história sem lacunas que a descredibilizem. No caso, a ambição de um jornalista leva-o a inventar a notícia, o que é descoberto. Depois disso é um problema para o canal, pois, quando assim é, as pessoas perdem a confiança no pivot e na equipa informativa. É difícil reconquistar a confiança e a credibilidade perdida, vamos ver nos próximos episódios como será.

Sem comentários:

Publicar um comentário