sábado, 20 de novembro de 2010

O "reality show" de Sarah Palin

Foi muito comentado o novo "reality show" de Sarah Palin. É um jogo perigoso quando um político transforma a sua vida pessoal num espectáculo televisivo. Ganha notoriedade, mas perde sempre reputação.

O que é certo é que a Lady do Alasca, para lá dos seus comentários na Fox News, conseguiu agora 5 milhões de tele-espectadores com o seu programa e a sua filha também anda na edição americana daqueles programas de dança com famosos.

É uma políica, e uma família, que estão no ramo do "entertainment" para consolidar a sua força mediática. Duvido que esta cavalheira alguma vez tenha ouvido falar de Lisboa e a Cimeira da Nato para ela deve ser coisa bizarra.

A Vanity Fair espanhola, este mês, trazia uma reportagem de como o seu staff controla os media. Só fala para quem quer, só responde a algumas perguntas. Tenho a certeza que nos seus colaboradores há o pânico de mais gaffes memoráveis. Enquanto isso ela vai vendendo a sua imagem como retrata o El Pais.

Sem comentários:

Publicar um comentário